FRUTOSE É MAIS TÓXICA QUE SACAROSE

.
O estudo publicado no The Journal of Nutrition investigou os efeitos de dietas contendo quantidades comparáveis de sacarose ou frutose sobre a longevidade, sucesso reprodutivo e dominância social de ratos.
Os pesquisadores utilizaram 160 ratos (104 fêmeas e 56 machos) descendentes de ancestrais selvagens capturados que receberam, durante 40 semanas, uma dieta em que 25% das calorias eram derivadas de frutose + glicose (na proporção de 1:1), ou uma quantidade isocalórica de sacarose. Após esse tempo, todos os ratos foram liberados em ambiente natural onde disputavam territórios, recursos e companheiros durante 32 semanas. Durante esse período, todos os ratos consumiram a dieta contendo frutose + glicose (F/G).
As fêmeas que inicialmente se alimentaram com F/G apresentaram uma taxa de mortalidade 1,9 vezes maior (p=0,012) e produziram 26,4% menos filhotes do que as fêmeas que foram alimentadas com sacarose (p=0,001). Os autores afirmam que essa deficiência reprodutiva estava presente antes das diferenças de mortalidade, sugerindo que a dieta F/G estava causando déficits de desempenho fisiológico antes de aumentar a mortalidade.
Os pesquisadores não observaram padrões diferentes de sobrevivência, reprodução, ou dominância social nos machos, o que indica um resultado sexo-específico.
Os autores especulam que os diferentes açúcares poderiam favorecer diferentes microbiotas intestinais, o que explica o efeito deletério.

Referência(s)


James S Ruff, Sara A Hugentobler, Amanda K Suchy, Mirtha M Sosa, Ruth E Tanner, Megumi E Hite, et al. Compared to Sucrose, Previous Consumption of Fructose and Glucose Monosaccharides Reduces Survival and Fitness of Female Mice. [Epub ahead of print].

Fonte

NutriTotal