SUCO DE TOMATE REDUZ INFLAMAÇÃO SISTÊMICA EM MULHERES COM SOBREPESO E OBESIDADE

.

Estudo publicado na revista British Journal of Nutrition demonstrou que o consumo diário de suco de tomate diminuiu os níveis séricos de marcadores pró-inflamatórios em mulheres com sobrepeso e obesidade.
Os pesquisadores postularam que o tomate, por ser rico em licopeno, tem uma potencial atividade anti-inflamatória, por isso poderia reduzir a inflamação crônica comum na obesidade.
Foram recrutadas 106 mulheres com idades entre 20 e 40 anos e índice de massa corporal (IMC) igual ou superior a 25 kg/m2. As participantes foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos: grupo intervenção (n=53) ou grupo controle (n=53).
Foi oferecido ao grupo intervenção 330 ml/dia de suco de tomate (110 ml, três vezes ao dia), durante 20 dias, . Este suco foi previamente analisado pelos pesquisadores e continha 37 mg de licopeno na porção de 330 ml . O grupo controle recebeu água em garrafas de 110 ml, três vezes ao dia, também durante 20 dias. Todas as participantes foram orientadas a manter a dieta e atividade física habitual. A coleta de sangue foi realizada no início e no final do estudo para avaliar os níveis séricos de marcadores inflamatórios.
A análise prévia da dieta das mulheres indicou que as participantes consumiam entre um a três tomates por dia e tinham o consumo médio de 8,2 mg/dia de licopeno. Após a intervenção, as concentrações séricas de interleucina-8 (IL-8) e fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa), que são marcadores inflamatórios, diminuíram significativamente com o consumo de suco de tomate em relação ao grupo controle e com os valores basais. Estes efeitos foram mais pronunciados nas mulheres com sobrepeso. Entre as obesas, a concentração de interleucina-6 (IL-6) foi reduzida no grupo  intervenção em relação ao grupo controle, sem diferenças nos níveis de IL-8 e TNF-alfa.
“A natureza da obesidade como uma condição inflamatória crônica destaca o papel benéfico de nutrientes como o licopeno, que têm propriedades anti-inflamatórias. O licopeno é o antioxidante mais potente entre os carotenoides e protege o organismo contra o estresse oxidativo”, destacam os autores.
“Demonstramos que o suco de tomate reduz os mediadores inflamatórios que estão associados com sobrepeso e obesidade no sexo feminino. Assim, esta abordagem pode ser útil para a redução do risco de desenvolvimento de doenças inflamatórias associadas com a obesidade”, concluem.
. 
Referência(s)
 .
Ghavipour M, Saedisomeolia A, Djalali M, Sotoudeh G, Eshraghyan MR, Malekshahi Moghadam A, Wood LG. Tomato juice consumption reduces systemic inflammation in overweight and obese females. Br J Nutr. 2012 Oct 15:1-5. [Epub ahead of print]