ALFACE: CUIDADOS NO CONSUMO X SAÚDE

.

O consumo de alface, principalmente em saladas é elevado em todo o mundo, sendo um alimento rico em fibras e importante no auxílio do funcionamento intestinal, dentre outros benefícios.
.
Porém, por se tratar de um alimento consumido na maioria das vezes ma forma crua, deve haver cuidado no seu armazenamento e higienização, evitando assim que ocorram doenças transmitidas por este alimento.
.
Estudo recente investigou o impacto da temperatura de armazenamento e duração em relação a Escherichia coli em saladas de alface comercialmente embaladas e na qualidade do produto. De acordo com os resultados, foi observado que os patógenos, assim como a E. coli podem crescer em saladas de alface comercialmente embaladas enquanto a qualidade visual do produto é plenamente aceitável. 
.
Outro estudo avaliou produtos a serem utilizados para inativação de agentes patogenicos em alface embalado. Estudos recentes mostaram que sulfato ácido de sódio e ácido levulínico em combinação com um derivado de sulfato de sódio são eficazes nesta inativação. Foi avaliada ainda a associação com ácido cítrico e cloro, sendo observada menor danificação à alface, porém deve haver cautela na utilização destes produtos, pois alguns causaram deteriorização durante o armazenamento da alface.

Os dados dos estudos evidenciam os cuidados que devem haver em relação ao armazenamento e preparo do alface para consumo, devendo haver higienização adequada mesmo em alguns produtos que já vem embalados para consumo, prevenindo assim a ocorrencia de doenças transmitidas por alimentos.
.
BIBLIOGRAFIA:
.
Luo Y; He Q; McEvoy JL. Effect of storage temperature and duration on the behavior of Escherichia coli O157:H7 on packaged fresh-cut salad containing romaine and iceberg lettuce. J Food Sci; 75(7): M390-7, 2010 Sep.
.
Guan W; Huang L; Fan X. Acids in combination with sodium dodecyl sulfate caused quality deterioration of fresh-cut iceberg lettuce during storage in modified atmosphere package. J Food Sci; 75(8): S435-40, 2010 Oct.
.
FONTE:
.
Nutrição em Pauta