VOCÊ TEM ALERGIA A QUÊ? - Novo exame informa se a pessoa é alérgica a mais de 100 proteínas, presentes em 21 alimentos.

Um novo teste promete ajudar no tratamento de pessoas com alergia alimentar, mal que atinge cerca de 8% das crianças e até 4% dos adultos. A partir de uma amostra de sangue, o exame detecta a reação a 103 proteínas presentes em 21 alimentos e a vários outros alérgenos. Os exames até então disponíveis não especificavam a proteína que causava a reação. Indicavam somente o alimento. Por ser mais abrangente, o recurso auxilia na descoberta de alergia a alimentos sobre os quais não pairavam suspeitas.
.
Por enquanto, o Isac (abreviação de Immuno Solid-phase Allergen Chip) só é realizado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Mas a previsão é de que em poucos meses as grandes redes de laboratórios adotem a técnica. A médica Renata Cocco, envolvida com a aplicação do método no hospital paulistano, explica que o teste pode auxiliar ainda no diagnóstico da alergia cruzada, quando, a partir da reação a um produto como o látex, surge intolerância a alimentos como banana, por exemplo.
.
Opções como essas contribuem para que histórias como a da empresária Flavia Cetra, do Rio de Janeiro, se repitam cada vez menos. “Demorei a descobrir que a indigestão que tinha vinha dos alimentos”, conta. Flavia trocou o queijo pelo tofu por causa da alergia a lactose. E depois descobriu que também não podia comer gengibre.

Os especialistas observam o crescimento de casos e discutem o que pode estar acontecendo. “O uso de antiácidos pode estar por trás da maior incidência”, afirma Fábio Castro, da Universidade de São Paulo. Os remédios podem reduzir a capacidade digestiva do organismo. Outra fonte são as comidas industrializadas, cujos aditivos e conservantes costumam provocar reações. “Além disso, as mães deixam de amamentar cedo, o que contribui para o problema”, diz Flávia Janólio, diretora da Associação Brasileira de Aler­­­­gia e Imunopatologia.




FONTE:

Revista ISTO É independente

AUTOR:


Michel Alecrim