NUTRICIONISTAS SÃO PRESAS EM HOSPITAIS DO RIO

Terminou na tarde desta quarta-feira (28), a operação UTI, com objetivo de fiscalizar hospitais particulares do Rio. Durante a ação, três nutricionistas foram presas e cerca de 150 quilos de alimentos irregulares apreendidos.

A ação foi realizada por 10 agentes da Delegacia do Consumidor no hospital Cardio Trauma, em Ipanema, o Hospital da Barra, antiga Clínica São Bernardo, na Avenida das Américas e na Casa de Saúde e Maternidade São José, no Centro de Duque de Caxias.

De acordo com a delegada titular, Patrícia de Paiva Aguiar, as três profissionais pagaram fiança e vão responder em liberdade pelo crime contra as relações de consumo. Ela disse que os alimentos era impróprios para consumo pois possuíam data de validade vencida ou não apresentavam a especificação do produto, como origem e fabricação.

Cada uma das acusadas era responsável por um dos hospitais vistoriados. A delegada explicou que esta já é a quarta Operação UTI realizada pela Decon, desde maio deste ano, e a meta é intensificar esse tipo de fiscalização. A ação teve início através de denúncias anônimas.