TRIGLICERÍDEOS DE CADEIA MÉDIA FAVORECEM A INCORPORAÇÃO CELULAR DE ÔMEGA-3

Autor(a): Rita de Cássia Borges de Castro


Pesquisadores da Bélgica publicaram na revista científica The American Journal of Clinical Nutrititon um estudo que avaliou os benefícios da mistura entre triglicerídeos de cadeia média (TCM) e ácidos graxos ômega-3 (AG n-3) na incorporação de células. Os autores concluíram que a mistura com TCM permitiu um aumento da incorporação de AG n-3 em leucócitos e plaquetas, podendo potencializar os seus efeitos benéficos.


      O objetivo do estudo foi avaliar a incorporação de AG n-3 nos fosfolipídios de leucócitos e plaquetas após única aplicação intravenosa de emulsão lipídica contendo TCM + AG n-3 em voluntários saudáveis.

Doze indivíduos saudáveis ​​do sexo masculino receberam 50 ml de dois tipos de emulsão lipídica, por via intravenosa, durante um período de 5 minutos:

· Emulsão teste: TCM (80%) + óleo de peixe (rico em AG n-3; 20%)

· Emulsão controle: TCM (80%) + óleo de soja (rico em AG n-6; 20%)


Os participantes receberam tanto a emulsão teste quanto a controle após um intervalo de oito semanas.


Nenhum efeito clínico adverso foi observado com ambas as emulsões lipídicas. A eliminação plasmática foi mais rápida após a infusão da emulsão TCM + óleo de peixe do que a emulsão controle (p < 0,025). Isso indica que a lenta eliminação do óleo de peixe foi compensada pela adição do TCM nesta emulsão lipídica, permitindo melhor metabolização dos ácidos graxos. O teor de AG n-3, especialmente ácido eicosapentaenóico (20:5 n-3), aumentou nos fosfolipídios dos leucócitos e das plaquetas em 60 minutos, enquanto que nenhuma mudança significativa foi encontrada após a aplicação da emulsão TCM + óleo de soja.
 

“A eficácia da suplementação de AG n-3, em forma de suplementação oral de óleo de peixe requer um número de dias e semanas, pois a incorporação dos AG n-3 nas membranas celulares é relativamente lenta após a ingestão oral de óleo de peixe. Assim, encontrar meios para otimizar a sua incorporação em células que são importantes para doenças cardiovasculares e em células que regulam processos inflamatórios trombóticos, é de extrema importância”, comentam os autores.
 

“O procedimento analisado no presente estudo, pode abrir caminhos para uma nova abordagem de fornecimento rápido e eficiente dos ácidos graxos ômega-3 para as células alvo de pacientes que necessitam de sua suplementação. Isso é especialmente importante em doenças que envolvem processos inflamatórios, pois os AG n-3 modulam células imunológicas, diminuem agregação plaquetária e produzem citocinas anti-inflamatórias”, concluem.


Referência(s)

Carpentier YA, Hacquebard M, Portois L, Dupont IE, Deckelbaum RJ, Malaisse WJ. Rapid cellular enrichment of eicosapentaenoate after a single intravenous injection of a novel medium-chain triacylglycerol:fish-oil emulsion in humans. Am J Clin Nutr. 2010;91(4):875-82.

FONTE

Http://www.nutritotal.com.br/