NUTRIÇÃO E ESTÉTICA

  Atualmente, saúde e beleza são assuntos muito comentados justamente por serem aspectos de grande preocupação da população. Muitas revistas e sites “especializados”, clínicas de estética, academias cada vez mais equipadas e produtos que prometem milagres estéticos estão cada vez mais em evidência. É importante ter consciência de que certas coisas só terão resultados de acordo com a nossa força de vontade. Não adianta, por exemplo, querer emagrecer, se matricular na melhor academia, fazer uma série de tratamentos estéticos do momento e continuar se alimentando de forma incorreta; ou fizer uma Dieta da Moda, onde não ocorre reeducação do hábito alimentar. É preciso ter conscientização.
           A reeducação alimentar pode ajudar, e muito, a melhorar a qualidade de vida. Sabe-se que o alimento não tem somente a função de alimentar, e sim a função de melhorar a saúde, prevenindo aparecimento de doenças, deixando as pessoas mais saudáveis e consequentemente bonitas.
           Muitos alimentos possuem propriedades que são capazes de prevenir e/ou tratar doenças. Esses alimentos são chamados de FUNCIONAIS ou NUTRACÊUTICOS. Uma pessoa que tenha uma alimentação equilibrada, incluindo alimentos funcionais, sem dúvida, tem uma saúde melhor, adoece com menos freqüência, tem uma aparência mais jovial, pele bonita e mais disposição, ou seja, vale a pena rever nossa alimentação.

    
            O QUE OS ALIMENTOS PODEM FAZER POR VOCÊ
 
         Peixes: Principalmente os peixes de água fria (atum, sardinha, salmão, arenque) contém ácidos graxos chamados de ômega 3. as gorduras desses peixes tem grande influência na saúde cardiovascular: reduzem o LDL colesterol (o colesterol “ruim”), reduzem a pressão arterial, protegem as paredes dos vasos sanguíneos e regulam a ação da insulina. Além disso são excelentes antioxidantes e antiinflamatórios.
          Obs: quanto mais fresco o peixe maior a quantidade de ômega 3. O ideal é consumir peixe cerca de 3 vezes na semana.
         Iogurtes e leites com bifidobactérias: Bifidobactérias são bactérias benéficas que ajudam a equilibrar a flora intestinal melhorando o funcionamento do intestino e, consequentemente a absorção de nutrientes. A absorção de toxinas presentes em alimentos ou do seu processamento também é evitada (quanto mais tempo o bolo fecal fica “parado” no intestino, mais substâncias “ruins” serão absorvidas) resultando numa pele mais bonita, unhas e cabelos mais fortes.
           Levedo de cerveja: É um alimento rico em vitaminas do complexo B, possui minerais e vitaminas. Ajuda na regulação intestinal, redução de fadiga muscular na pratica de exercícios físicos, embelezamento da pele e cabelos e redução do colesterol.
           • Mel e derivados: O mel é um alimento muito completo. Tem açúcar e muitas substâncias ativas como pólen e vitaminas. O mel é considerado anti-séptico e antibiótico natural, prevenindo de asma e resfriados. No pólen encontramos todos os aminoácidos essenciais, carboidratos, minerais e vitaminas e tem ação comprovada nos casos de desgaste físico e mental. Própolis é uma substância resinosa produzida pelas abelhas e é utilizada em casos de gripes e infecções de garganta. Também tem propriedades estéticas, pois é cicatrizante e antibactericida podendo ser utilizado em peles com acne, após a depilação ou pós-barba para evitar pelos encravados.
           • Soja: É considerada a substituta da carne, pois tem um teor de proteína bem elevado (60g de soja tem a quantidade de proteína semelhante a 100g de carne) e tem a vantagem de possuir gorduras insaturadas e ser rica em fibras, influenciando na saúde cardiovascular e funcionamento intestinal. Também é bastante conhecida pela ação dos fitoestrógenos (substancias com ação semelhante a dos hormônios femininos), principalmente a isoflavona. Pode ser consumida para pessoas que fazem reposição hormonal, tratamento para perda de peso, celulite, pele, entre outros.
           • Chá verde: Possui baixa dosagem de cafeína e é um poderoso antioxidante. Além de prevenir a produção de radicais livres (responsáveis pelo envelhecimento precoce e desenvolvimento de doenças degenerativas) atua como termogênico beneficiando pessoas que desejam emagrecer e praticantes de atividade física.
          • Alimentos integrais: Esses alimentos também são chamados de cereais inteiros, pois mantém as características e todos os nutrientes do grão. São ricos em fibras, vitamina E e vitaminas do complexo B. Também atuam como alimento para as bactérias benéficas, sendo chamados de Prebióticos. Auxiliam no funcionamento do intestino, controle da glicemia e do colesterol. Por isso inclua na sua alimentação aveia, pães feitos com farinha integral, arroz integral, mix de cereais integrais, etc.
            • Frutas cítricas: Laranja, limão, acerola e kiwi são exemplos de frutas ricas em vitamina C. Devem ser consumidas de 1 a 2 unidades diárias dessas frutas, pois a vitamina é um potente antioxidante e atua protegendo o sistema imunológico e prevenindo envelhecimento precoce.
            • Oleaginosas: São as castanhas, nozes, amêndoas e avelãs. São ricas em gorduras poliinsaturadas (gorduras benéficas), em minerais, principalmente o selênio, e vitamina E. Ambos atuam como excelentes antioxidantes. A ingestão de uma porção diária de Castanhas do Pará (2 a 4 unidades) já oferece grandes benefícios.
             CONCLUINDO
           Os alimentos citados foram, na verdade, uma pequena amostra do que uma alimentação adequada pode fazer pela nossa saúde. Quanto mais variada e integral for a dieta menor a chance de ocorrer deficiência de algum nutriente ou desenvolvimento de alguma doença por carência de nutrientes. O segredo da boa saúde é a PREVENÇÃO, a beleza é consequência.
         FONTE:
         Fernanda Oliveira Giácomo
        Nutricionista pós-graduada em nutrição esportiva e cursando MBA em Gestão de Promoção de Saúde e Qualidade de Vida nas Organizações (ABQV/ABRAMGE/SÃO CAMILO).

          http://www.frnutri.com.br/